Segundona: Bandeirante se prepara para decisão contra o Osvaldo Cruz

Por ter feito a lição de casa ao vencer por 1 a 0, o Azulão joga por um empate para passar para as semifinais

por Oscar Silva

Birigui, SP, 1 (AFI) - A boa campanha feita até agora está em jogo, quando nesta quarta-feira (02), no jogo de volta pelas quartas de final do Campeonato Paulista da Segunda Divisão Sub 23, o Bandeirante recebe a partir das 16h, o Osvaldo Cruz no estádio Pedro Marin Berbel.

Por ter feito a lição de casa ao vencer por 1 a 0, o Azulão joga por um empate para passar para as semifinais.

COM A PALAVRA

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
Ainda sobre a partida, o presidente do Tricolor da Noroeste, Ademir Wellington de Oliveira comentou sobre o réves e a arbitragem.

"Acho que fizemos um bom jogo em Osvaldo Cruz, mas lamento e muito a arbitragem que errou grotescamente no sentindo disciplinar."

"O nosso atacante Kitinho levou uma voadora do lateral Porfírio com lance para expulsão e o árbitro apenas advertiu com o cartão amarelo."

"O mesmo Kitinho voltou a ser cassado em campo em jogada violenta e só amarelo para o cara deles."

"Não sou de falar de arbitragem, até porque não é o meu perfil, mas o Sr. Jefferson foi um desastre no lado disciplinar. A minha equipe procura apenas jogar futebol tanto é verdade que não tivemos nenhum atleta expulso no campeonato. Agora, é focar o confronto de volta e fazer a nossa parte pois temos amplas condições pra isso", disse o dirigente do BEC.

MUDANÇAS E ARBITRAGEM

Para o pegar o Osvaldo Cruz, o técnico André Alves deverá fazer até quatro modificações em relação ao jogo passado. "Vou mexer no time sim, mas não vou revelar as posições e somente momentos antes do jogo decido quem entra jogando no entanto tenho em mente os onze titulares", comentou Alves.

Para o duelo, o Departamento de Árbitros da Federação Paulista de Futebol escalou o seguinte trio de arbitragem: Douglas Marques das Flores que terá como assistentes Gustavo Rodrigues de Oliveira e Claudenir Donizeti Gonçalves da Silva.