Ídolo do Botafogo faz comentário machista sobre bandeirinha: 'Bota para lavar roupa'

Além do comentário ser machista, Jairzinho também erra ao criticar a Federação Carioca, já que o jogo é válido pela Copa do Brasi

por Agência Estado

Rio de Janeiro, RJ, 24 (AFI) - O ex-jogador Jairzinho, de 75 anos, um dos maiores ídolos do Botafogo e da seleção brasileira, fez um comentário machista na Botafogo TV, canal do clube carioca na internet, durante a transmissão do jogo contra o Vasco, na noite de quarta-feira, em duelo válido pela Copa do Brasil.

Irritado com uma marcação da assistente Neuza Inês Back, o "Furacão da Copa de 70", como ficou conhecido o ex-jogador, disse que a bandeirinha deveria ir lavar roupa.

"Está dando mesmo (dor de cabeça), está dando mesmo, está dando mesmo. Vai lavar roupa, pô. Pelo amor de Deus. Essa Federação Carioca de Futebol, pelo amor de Deus. Pô, bota para lavar roupa, pô", disse o ex-jogador.

Que desagradável. (Foto: Divulgação)
Que desagradável. (Foto: Divulgação)

CONFUSÃO!
Além do comentário ser machista, Jairzinho também erra ao criticar a Federação Carioca, já que o jogo é válido pela Copa do Brasil e o sorteio da arbitragem é feito pela CBF. Neuza, inclusive, faz parte do quadro de assistentes da Federação Paulista de Futebol (FPF).

Até o momento, Jairzinho e a assistente não se manifestaram sobre o acontecido. E o Botafogo promete divulgar uma nota ainda nesta quinta-feira para comentar sobre o assunto.

O clássico acabou empatado em 0 a 0. Como o Botafogo havia vencido o primeiro confronto por 1 a 0, conquistou a classificação para as oitavas de final. O sorteio dos confrontos da fase será realizado no próximo dia 1.º.