Torcedores do CSA quebram portão e xingam jogadores e dirigentes

CSA caiu para a lanterna após ser derrotado pelo Oeste, por 2 a 1, que não tinha vencido na Série B e estava na última colocação

por Agência Futebol Interior

Maceió, AL, 15 (AFI) - A torcida do CSA realizou seu terceiro protesto contra a má fase na Série B do Campeonato Brasileiro. Desta vez, alguns torcedores quebraram um portão no CT Nelsão. A polícia chegou a tempo e os vândalos não invadirão o Centro de Treinamento.

Ainda assim, conseguiram assistir ao treino do técnico Argel Fucks. A diretoria do Azulão permitiu a entrada dos mesmos vândalos que quebraram o portão. Ao longo de todo o treinamento, eles xingaram jogadores e dirigentes.

O CSA caiu para a lanterna após ser derrotado pelo Oeste, por 2 a 1, que não tinha vencido na Série B e estava na última colocação. O clube nordestino não vence desde a estreia.

Barril de pólvora no CSA. (Foto: Augusto Oliveira / CSA)
Barril de pólvora no CSA. (Foto: Augusto Oliveira / CSA)

"Tem uma frase que diz: não importa como se começa, mas como se termina", disse o zagueiro Luciano Castán, do CSA.

E O TIME?
Em campo, o técnico Argel Fucks terá as voltas do volante Marquinhos, do meio-campista Geovane e do atacante Rodrigo Pimpão, todos estavam suspensos. Estreantes no último domingo, o volante Cedric e o atacante Paulo Sérgio devem ganhar nova chance.

"Não era nossa expectativa ter esse início ruim do campeonato. Não conseguimos somar pontos fora de casa. A gente tem que melhorar e olhar essa partida em casa, na quarta, para somar três pontos e subir na tabela. O momento é de refletir, rever nossos conceitos para sair dessa situação o mais rápido possível. Mas temos chão pela frente para dar a volta por cima", completou Castán.