Chapecoense ganha reforço de volante, fora dos gramados há quase mil dias

Outra boa notícia pelos lados do clube catarinense foi a volta do atacante Bruno Silva

por Agência Futebol Interior

Chapecó, SC, 22 (AFI) - O técnico Umberto Louzer recebeu uma boa notícia do departamento médico da Chapecoense. O volante Moisés Ribeiro já poderá reestrear pelo clube catarinense após ter ficado parado por 951 dias.

Durante a Libertadores de 2018, ele foi flagrado no exame antidoping. Moisés Ribeiro cumpriu a suspensão até o início deste ano, quando rompeu o ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo. Ele passou por cirurgia, mas está recuperado e já treina com o restante do elenco que disputa a Série B do Campeonato Brasileiro.

Aos 29 anos, Moisés Ribeiro defende a Chapecoense desde 2016 e contabiliza 56 partidas, tendo sido campeão da Copa Sul-americana e bi do Catarinense. O volante estará à disposição de Louzer para o confronto da Chapecoense diante do América-MG nesta sexta-feira, às 19h15, na Arena Condá, em Chapecó (SC), pela 11ª rodada.

Recomeço na Chapecoense. (Foto: Márcio Cunha / Chapecoense)
Recomeço na Chapecoense. (Foto: Márcio Cunha / Chapecoense)
DE VOLTA!

Outra boa notícia pelos lados do clube catarinense foi a volta do atacante Bruno Silva. O jogador de apenas 20 anos estava emprestado ao Atlético-MG. Ele tinha contrato com o clube mineiro até o fim de 2020, mas foi rescindido. Bruno Silva tem 54 jogos pela Chapecoense e dois gols.

O lateral-direito Matheus Ribeiro, por outro lado, virou desfalque para a Chapecoense. Ele sofreu uma lesão no músculo bíceps femoral da coxa esquerda durante o empate, por 1 a 1, com o Náutico. Matheus Ribero, que vinha sendo titular, deverá ficar parado por cerca de três semanas.

A Chapecoense, com dois jogos a menos do que os rivais, ocupa a quarta colocação com 17 pontos, quatro a menos do que o líder Cuiabá.