Delfín-EQU x Santos - Para encaminhar a classificação

O Peixe é o líder isolado do Grupo G, enquanto o Delfin amarga a lanterna

por Agência Futebol Interior

Santos, SP, 23 (AFI) - O Santos tem uma chance de ouro para encaminhar a classificação às oitavas de final da Copa Libertadores nesta quinta-feira, contra o Delfín, às 23 horas, no Estádio Jocay, na cidade de Manta, no Equador.

Na liderança isolada do Grupo 6, o Santos tem sete pontos e não pode ser mais ultrapassado por ninguém, pois Defensa y Justicia e Olimpia já entraram em campo pela quarta rodada. Uma vitória deixa o Peixe em situação bem confortável.

Santos ganhou do Delfín, por 1 a 0, na Vila Belmiro (Foto: Ivan Storti/Santos)
Santos ganhou do Delfín, por 1 a 0, na Vila Belmiro (Foto: Ivan Storti/Santos)
Por outro lado, o Delfín amarga a lanterna da chave, com apenas um ponto somado nas três primeiras rodadas. Uma nova derrota praticamente acaba com as chances do time equatoriano passar de fase e também dificulta na briga pelo terceiro lugar, que dá uma vaga na Sul-Americana.

OS TIMES!
O time do técnico Miguel Ángel Zahzú vem animado depois de ter goleado o Mushuc Runa, por 4 a 1, pelo Campeonato Equatoriano. Desde a retomada do futebol após a paralisação, o Delfín teve quatro vitórias, dois empates e quatro derrotas.

A delegação do Santos embarcou para Equador na última terça-feira depois de realizar uma atividade no Rio de Janeiro, onde ficou desde o empate sem gols com o Botafogo no domingo, pelo Campeonato Brasileiro.

O técnico Cuca viajou com algumas dúvidas na cabeça. Por conta de dores na perna, o volante Alison não vai para o jogo. A definição do time titular só deve sair momentos antes da bola rolar.

Ficha Técnica

Fase
Fase de Grupos
Rodada
4ª rodada
Data
24/09/2020
Horário
23h00
Local
Jocay - Manta (EQU) ()
Árbitro
Kevin Ortega (PER)

Assistentes
Michael Orue (PER) e Jonny Bossio (PER)

Gols
Delfin-EQU: Rojas 29' 2T
Santos-BRA: Marinho 17' 1T, Jean Mota 36' 2T
Delfin-EQU
Denis Corozo;
Jonathan González (Cifuente), Cangá, Carlos Rodríguez e Nazareno;
Vélez, Ortiz, Villalva (Rojas) e Janner Corozo;
Valencia (Benítez) e Garcés.
Técnico: Miguel Ángel Zahzú
Santos-BRA
João Paulo;
Pará, Lucas Veríssimo (Alex), Luan Peres e Felipe Jonathan;
Diego Pituca, Carlos Sánchez (Lucas Lourenço) e Arthur Gomes (Raniel);
Marinho, Kaio Jorge (Jean Mota) e Soteldo.
Técnico: Cuca.