Entre o céu do Paulista A2 e inferno da Série C, técnico comenta momento do São Bento

Equipe sorocabana, com dois objetivos bem definidos para a temporada, é dirigida pelo experiente treinador Edson Vieira

por Agência Futebol Interior

Sorocaba, SP, 17 (AFI) - O São Bento vive um momento curioso na temporada: está muito perto do acesso no Campeonato Paulista da Série A2, mas atravessa momento pra lá de delicado no Campeonato Brasileiro da Série C.

No Estadual, disputará a semifinal com o São Bernardo nas duas próximas terças-feiras, 22 e 29 de setembro, com ambos os jogos começando às 15h - quem classificar à decisão garante vaga no Paulistão de 2021.

Já no Nacional, é lanterna do Grupo B, com apenas dois pontos em seis jogos - Boa Esporte-MG, com três, é o outro integrante da zona de rebaixamento. Os dois times fizeram seis jogos, enquanto Tombense-MG, com quatro, é o primeiro fora, mas disputou cinco partidas.

Edson Vieira - Foto: Neto Bonvino/Bento TV - Foto: Neto Bonvino/Bento TV
Edson Vieira - Foto: Neto Bonvino/Bento TV
"Nesse momento não há motivo de comemoração. Se fizermos, estamos totalmente errados. Não ganhamos nada. Classificamos, estamos entre os quatro melhores da Série A2 e vamos brigar pelo acesso, mas temos que nos cuidar porque temos jogo no sábado (contra o Volta Redonda-RJ, pela Série C). Se puder contar com os jogadores inteiros na parte física, aí temos condições de brigar com o São Bernardo de igual para igual", disse o técnico Edson Vieira.

"Enquanto não sair dessa situação, não vou dormir direito. Fico com isso na cabeça. Agora é jogo a jogo, precisamos de uma vitória para respirar e almejar algo maior na competição. Não temos condições nem estrutura para disputar dois campeonatos simultaneamente. Estamos tendo problemas físicos por conta do excesso de jogos, e quem jogou contra o Taubaté dificilmente irá jogar contra o Volta Redonda", encerrou o comandante do Bentão.