Protagonistas de goleadas históricas na Série C comandam Seleção FI

Ferroviário-CE anotou 7 a 0 no Imperatriz-MA, enquanto Volta Redonda-RJ enfiou 8 a 1 no Brusque-SC

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 30 (AFI) - A 17.ª e penúltima rodada da primeira fase do Campeonato Brasileiro da Série C foi disputada entre a última sexta-feira (27) e esta segunda-feira (30). Os destaques foram duas goleadas históricas. O Ferroviário-CE anotou 7 a 0 no Imperatriz-MA, enquanto o Volta Redonda-RJ enfiou 8 a 1 no Brusque-SC.

Até por conta disso, são eles quem comandam a Seleção FI. O zagueiro Vitão e o meia Willian Lira representam o Ferrão. Por outro lado, o Voltaço colocou o lateral-direito Oliveira, os atacantes João Carlos e Alef Manga, além do técnico Neto Colucci, que comanda esse verdadeiro timaço, escalado no ofensivo 4-2-4, esquema das antigas.


Foto: Jorge Luiz / Paysandu - Foto: Jorge Luiz / Paysandu
Foto: Jorge Luiz / Paysandu


COMO ELES FORAM NA RODADA?

Goleiro: Fábio (São José)
Foi 'o cara' do triunfo gaúcho sobre o Criciúma. Afinal de contas, deixou o gramado do Passo D'Areia, em Porto Alegre (RS), sem ser vazado e ainda marcou, de pênalti, os dois gols da vitória por 2 a 0 sobre o Criciúma. Curiosamente, Agenor, arqueiro adversário, também é batedor de penalidades.

Lateral-direito: Oliveira (Volta Redonda)
O Voltaço goleou o Brusque, fora de casa, no Augusto Bauer, em Brusque (SC), por 8 a 1, e muito disso se deveu à alta intensidade de todos os setores. Em meio a esse cenário, o ala conseguiu ser um dos destaques e marcou o gol que ampliou o resultado para 5 a 0.

Zagueiro: Perema (Paysandu)
Simplesmente, marcou o gol que garantiu a classificação bicolor à segunda fase, etapa na qual são definidos os acessos. O Papão da Curuzu recebeu o desesperado Botafogo-PB, no Mangueirão, e fez o apertado 1 a 0 - obviamente, com grande participação do defensor.

Perema - Foto: Jorge Luiz / Paysandu - Foto: Jorge Luiz / Paysandu
Perema - Foto: Jorge Luiz / Paysandu
Zagueiro: Vitão (Ferroviário)
Em uma partida na qual a zaga da equipe coral foi pouco exigida, o defensor tricolor tomou liberdade para arriscar no setor ofensivo e fez bonito. Durante os 90 minutos, auxiliou na criação de jogadas dos cearenses e, no fim, acabou premiado. Com um belo cruzamento, deu assistência para o quarto gol de Willian Lira na partida, o último dos sete na goleada do Ferrão sobre o Imperatriz-MA. O resultado garantiu a permanência do Tubarão da Barra na Série C por mais um ano.

Lateral-esquerdo: Rafael Rosa (Londrina)
Apareceu como surpresa na escalação titular, já que Alan Cardoso ficou de fora por ter sido diagnosticado com covid-19. Deu conta do recado e foi importante na essencial vitória, por 2 a 1, sobre o Tombense, adversário direto na luta pela classificação.

Volante: Tarik (Ypiranga)
O Canarinho foi a Itu, bateu o Ituano, por 2 a 1, e encaminhou ainda mais a vaga para a próxima fase ao alcançar os 28 pontos, na vice-liderança do Grupo B. Como um leão, o meio-campista participou com muita potência e, aos 41 minutos do primeiro tempo, serviu Caprini, que fez 2 a 0 e deixou a vitória mais perto.

Neto Colucci - Foto: André Moreira/VRFC - Foto: André Moreira/VRFC
Neto Colucci - Foto: André Moreira/VRFC
Meia: Emanuel Biancucchi (Vila Nova)
O primo de Messi foi o responsável por organizar as jogadas do Tigre. O argentino ainda criou boas oportunidades e deu trabalho ao Treze-PB. Sem falar que o hermano teve calma na cobrança de pênalti e deixou sua marca no empate na Paraíba.

Atacante: Willian Lira (Ferroviário)
No massacre do Ferrão sobre o Imperatriz-MA, no qual o coletivo cearense prevaleceu, o avançado se destacou de tal forma a fazer os seus companheiros brilharem ainda mais. Autor de quatro gols, soube ser oportunista e aproveitar as assistências as quais os seus colegas de equipe proporcionaram. Com isso, foi a peça fundamental na construção da goleada a qual trouxe os três pontos da permanência do Tubarão na Série C.

Atacante: Tcharles (Remo)
O Leão Azul sacramentou a classificação para a segunda fase, mantendo o sonho do acesso, ao ir à Arena da Amazônia, em Manaus (AM), e fazer 2 a 0 no Manaus, em confronto direto. O gol que garantiu a vaga, aliás, foi marcado pelo avançado ex-Inter de Limeira.

Alef Manga - Foto: André Moreira/VRFC - Foto: André Moreira/VRFC
Alef Manga - Foto: André Moreira/VRFC
Atacante: João Carlos (Volta Redonda)
Fez o que se espera de jogador da posição. Mostrou muito faro de gol e participou ativamente do 'tranquilaço' triunfo, por 8 a 1, sobre o Brusque, em pleno estádio Augusto Bauer, em Brusque (SC): marcou dois destes tentos.

Atacante: Alef Manga (Volta Redonda)
O avançado fez o que quis na zaga do Brusque. Ensaboado Alef Manga que sofreu o pênalti para o primeiro gol do Volta Redonda e ainda anotou três gols. Tudo isso em apenas 36 minutos. Ele foi o principal nome dos cariocas na histórica goleada por 8 a 1.
Técnico: Neto Colucci (Volta Redonda)
Goleada, por 8 a 1, fora de casa, sobre o até então líder do Grupo B, o Brusque! Precisa dizer mais para justificar a aparição do treinador tricolor?