Tiago Caetano: Qual o tamanho das campanhas de Ponte Preta e Guarani no Paulistão?

Esperamos que o Brasileiro reserve coisas boas para bugrinos e pontepretanos, que o futebol de Campinas seja cada vez mais forte

por TIAGO CAETANO - Campinas

É evidente que como cronista da cidade de Campinas, gostaria de estar falando de Guarani e Ponte Preta na final do campeonato estadual, mas sabemos que hoje em dia essa não é a realidade dos clubes da nossa cidade.

CHEGAMOS A SONHAR

Antes da pausa por conta da pandemia o Bugre fazia um campeonato bem interessante, em um grupo pra lá de competitivo ao lado de RB Bragantino e Corinthians, enquanto a alvinegra campineira, conseguiu uma bela recuperação chegando até a semifinal do torneio.

PONTE PRETA

Já está virando rotina no Moisés Luccarelli o início de temporada complicada, tendo que refazer o planejamento no meio do percurso.

É evidente que esses erros rotineiros vêm atrapalhando o melhor desempenho nas competições. Entretanto por tudo que a Ponte sofreu no campeonato o resultado final foi excelente até pela reação incrível que teve na volta do futebol, saindo de quase rebaixada para a semifinal. Porém é preciso um melhor planejamento.

Foto: David Oliveira / Guarani FC
Foto: David Oliveira / Guarani FC
GUARANI

Por todas questões financeiras que sofre o alviverde de Campinas, a campanha no Paulistão foi bem satisfatória, mas a pausa de quatro meses atrapalharam muito as coisas pelos lados do Brinco de Ouro da Princesa.

O time bugrino perdeu na parte física que acabou acarretando no coletivo da equipe.

Portanto, ficou a sensação que o Bugre poderia ter ido mais longe, mas por todos problemas externos, a campanha do Guarani foi de razoável para boa. Porém pelo tamanho do Bugre, isso é pouco.

Esperamos que o Brasileiro reserve coisas boas para bugrinos e pontepretanos, que o futebol de Campinas seja cada vez mais forte e com dirigentes competentes. Ou seria uma utopia da minha parte?

TIAGO CAETANO
Veja perfil completo
Veja todos