Série D: 'Um dos mais difíceis', alerta técnico do Novorizontino sobre Grupo 8

"É uma das chaves mais difíceis, tanto é que temos um vice-campeão estadual nela, o Caxias"

Publicado em .

"É uma das chaves mais difíceis, tanto é que temos um vice-campeão estadual nela, o Caxias"

Novo Horizonte, SP, 07 (AFI) - Em sua primeira participação na Série D do Campeonato Brasileiro, o técnico Roberto Fonseca, do Novorizontino, sabe que não terá vida fácil. Apesar de considerar a chave como 'um das mais difíceis', salientou que o novo formato é novo para todo mundo e que o time paulista brigará pela classificação.

"É uma das chaves mais difíceis, tanto é que temos um vice-campeão estadual nela, o Caxias. É um jogo mais de contato físico e até isso levamos em consideração na hora de montar a equipe", analisou.

Foto: Divulgação / Novorizontino
Foto: Divulgação / Novorizontino
'CASCUDO'

A Série D será disputada por oito grupos com oito integrantes cada, que jogam em turno e returno.

Os quatro primeiros avançam ao mata-mata. Segundo Fonseca, a competição será mais 'cascudo'.

"É uma primeira experiência, mas temos acompanhado e sabemos que é um campeonato mais cascudo.

Será um pouco diferente dos outros anos, porque a Série D sempre foi mais regional, chaves menores.

Neste ano, será uma nova experiência para todas as equipes, pois é mais abrangente. Serão mais vagas para se classificar, então muda para todos. Temos um objetivo bem definido que é buscar a nossa classificação", disse Fonseca.

SÉRIE D

O Novorizontino está no Grupo 8, ao lado de São Caetano, Caxias-RS, Pelotas-RS, São Luiz-RS, Joinville-SC, Marcílio Dias-SC e Tubarão-SC.